Romero define Hospital Pedro I como referência exclusiva para tratamento do Coronavírus

Romero define Hospital Pedro I como referência exclusiva para tratamento do Coronavírus

Prefeito e secretários de saúde fizeram inspeção na unidade na manhã desta sexta

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, apresentou ao secretário estadual de saúde, Geraldo Antônio Medeiros, as instalações onde serão atendidos os possíveis pacientes de COVID-19, que irá funcionar no Hospital Municipal Pedro I. A visita à unidade hospitalar aconteceu na manhã desta sexta-feira, 20, e também foi acompanhada secretário municipal de saúde, Felipe Reul.

Durante a inspeção no Pedro I, Romero apresentou a ala para os pacientes da COVID-19, que vai funcionar no primeiro andar do estabelecimento. O setor vai disponibilizar 21 leitos de UTI, e 30 para enfermaria. Para isso, a Prefeitura está providenciando 20 ventiladores pulmonares que serão utilizados na ala. Atualmente, o hospital já dispõe de 09 equipamentos desse tipo.

O objetivo de tornar o Pedro I referência no atendimento aos pacientes de COVID-19 é para concentrar toda a assistência num só espaço, evitando a disseminação do novo coronavírus entre pacientes, além de garantir mais segurança no trabalho dos profissionais de saúde que irão atuar na unidade.

Por conta disso, os pacientes que estão internados no Pedro I começarão a serem transferidos de forma segura para outras unidades hospitalares da cidade, a exemplo do Hospital de Trauma. Até o momento, Campina Grande não possui nenhum caso confirmado do novo coronavírus.

UPA Dr. Maia

Além do Pedro I, o prefeito Romero Rodrigues determinou que todos os pacientes com sintomas de COVID-19 serão atendidos na UPA 24h do Alto Branco, que fica na Avenida Manoel Tavares.

Os demais tipos de atendimento serão direcionados para a UPA do Dinamérica. A medida também tem o mesmo objetivo de evitar a infecção dos pacientes e reduzir os riscos para os profissionais de saúde.

Fonte: CODECOM

Deixe uma resposta